• Toca

Você tem sido mãe de si mesma?

Atualizado: 27 de Mar de 2020

Quando nos casamos e nos tornamos mães, o nosso “holofote” automaticamente sai de nós mesmas, apontando em direção aos maridos e filhos. Para esse Outro, o qual nós queremos encher de carinho, atenção e mimos, pois afinal são nossos bens mais preciosos. O marido, o homem que escolhemos para compartilhar a vida, construir uma casa, uma família e o filho, um serzinho que cresceu dentro de nós e nasceu como fruto dessa união. Ambos, com um valor inestimável! 


Porém, ao colocar toda a nossa atenção e “luz” neles, nós passamos a habitar os bastidores, nos colocar na sombra e esquecemos que o nosso bem mais precioso, na verdade, somos NÓS MESMAS e que, dessa forma, nos esvaziaremos e ficaremos esquecidas, no final da fila, sempre adiadas, para um dia, que pode demorar a chegar.


Amadurecer emocionalmente é aprender a cuidar do outro, sem se abandonar pelo caminho. É ser exemplo de autocuidado, ter um tempo para si mesma, para se recarregar. É buscar o equilíbrio entre o cuidar de si e cuidar do outro. 


Que tal recolocar o “holofote” em si mesma, cuidando-se, amando-se, ouvindo-se, nutrindo-se, recriando-se. Após a maternidade? Reconectando-se consigo mesma?




9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo