• Toca

Quem nunca teve vontade de chorar?

Atualizado: 27 de Mar de 2020

Outro dia li uma frase da escritora dinamarquesa Isak Dinesen que gostaria de dividir com você: “A cura para qualquer coisa é água salgada: suor, lágrimas ou o mar.”


Depois de ler esta frase, me conectei com o fato de conhecer pessoas que não choram. Para mim, uma “chorona de carteirinha”, é muito intrigante pensar em viver sem este mecanismo de cura que é o choro. Para onde vai todo este manancial de emoções que não é expresso por meio desta água salgada?


Fico pensando onde é ensinado que não se deve chorar. Será que começa na infância, nas pequenas frases: “Homem não chora”, “Engole o choro”, “Chorar é coisa de fraco”, entre outras?


O quanto somos treinados a nos desconectar da nossa humanidade, desde pequenos?

O quanto mostrar emoções ou mesmo vulnerabilidade, é algo diminuído ou negado em nossa sociedade?


Quando penso em tudo isso, sinto um aperto no meio do meu peito. Um misto de tristeza e inquietação de perdermos a oportunidade de sermos mais íntegros com nós mesmos e com nossas emoções. Será que podemos dizer que o mundo também passa por esses inúmeros desafios por causa deste afastamento emocional que vivemos? 


Não tenho todas estas respostas, mas deixo aqui duas perguntas para você, caso faça sentido: O quanto você tem se permitido viver as emoções em sua vida? O quanto você está próximo das suas expressões humanas?


Há uma magia e uma beleza em sermos humanos. Humanos que riem e choram, se emocionam, compartilham vivências e crescem a partir de tudo isso.


Vamos juntos?


Com carinho, Joana



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo